Financiamento de Imóveis pela Caixa Econômica Federal

Saiba como fazer um financiamento de Imóvel através Caixa Econômica Federal

Conquistar o sonho de se ter uma casa própria ou até mesmo investir dinheiro no mercado imobiliário ficou mais fácil graças aos inúmeros programas da Caixa Econômica Federal. Os financiamentos são diversificados e permitem que pessoas, com as mais diferentes faixas de renda, consigam adquirir um imóvel próprio. No próprio site do banco, é possível fazer uma simulação para se ter uma prévia de como pode ser financiado e de quanto por mês terá que pagar para adquirir o imóvel escolhido.

Um dos meios de adquirir um imóvel nesse banco é participando de um consórcio. Nele é possível escolher o valor da Carta de Crédito adquirida para que tenha parcelas acessíveis à condição financeira de cada um.   As taxas de administração são baixas e o fundo de garantia pode ser usado para pagar parte do consorcio total ou dar lances. Esse tipo de financiamento pode ser usado para comprar imóveis de R$ 30 mil a R$ 700 mil. Outra grande vantagem é que após ser contemplada a pessoa poderá escolher entre comprar, construir ou reformar e ampliar um imóvel.

Outro programa de habitação muito procurado é o “Minha Casa Minha Vida”. Há dois tipos de programas para esse caso, o para famílias com renda até R$ 1.600,00 e o para famílias com renda até R$ 5.000,00. Os juros do financiamento são bem menores e o prazo de pagamento bastante longo. Pessoas com renda menor que R$ 1600,00 e que moram em cidades com mais de 50 mil habitantes, podem procurar a prefeitura do município para se cadastrar no “Minha caminha vida”. Caso more em um município menos, pode procurar uma agência da Caixa Econômica Federal para realizar o cadastro.

Em qualquer um deles é possível usar o fundo de garantia para ajudar a pagar. Isso pode ser feito independentemente da pessoa estar trabalhando com carteira assinada ou não. Basta ter um fundo de garantia parado e ter trabalhado por mais de 3 anos, com registro em carteira. Esse dinheiro serve para dar lances, no caso de consórcios imobiliários ou para abater nas prestações ou no valor total da compra da casa. Quando for procurar o banco é importante levar documentos como comprovante de renda, recibo da declaração de imposto de renda, CPF, RG e comprovante de residência. Isso irá permitir um cadastro imediato e maior facilidade para conseguir informações e opções de credito imobiliário.